Home » Controle de Estoque em Artesanato » Qual a Importância e Como Fazer?

Controle de Estoque em Artesanato » Qual a Importância e Como Fazer?


Quando a ideia é transformar o negócio artesanal em algo lucrativo, é imprescindível se preocupar com questões administrativas e financeiras. E um ponto principal é o controle de estoque em artesanato.

A gestão de estoque é a maneira de administrar as entradas e saídas de mercadorias e envolve tanto os produtos acabados como as matérias-primas.

Acompanhar esses pontos de perto é de suma importância, pois você pode estar perdendo dinheiro com o seu estoque! Quer entender melhor? Siga com a gente!


O que é estoque em artesanato?

O que é estoque em artesanato?

O que é estoque em artesanato? | Foto

Basicamente, o estoque é a diferença entre as entradas e saídas.

Em artesanato, estamos falando daquele tecido que sobrou e que não foi usado ou de um produto que foi para uma feira e acabou não sendo vendido, por exemplo, ou a produção de Natal que acabou com itens sem saída.

Muitas pessoas pensam que o controle de estoque deve ser feito apenas por lojas ou grandes comércios – e isso não é verdade. Afinal, um artesão sempre tem vários itens em estoque e esse controle é muito importante.


Qual a importância do controle de estoque em artesanato?

Qual a importância do controle de estoque em artesanato

Qual a importância do controle de estoque em artesanato? | Foto

Um estoque mal gerido pode significar perda de dinheiro. E, talvez, seja por isso que você não esteja lucrando como deveria!

Afinal, se você compra mais matéria-prima do que usa, por exemplo, pode estar gastando o seu lucro de maneira incorreta, o que causará dificuldades financeiras em longo prazo.

Importante :

Quando você faz o controle de estoque corretamente consegue ter informações precisas da quantidade disponível de cada item e sabe, exatamente, o quanto isso significa em termos de dinheiro.

Vamos supor que você compre uma quantidade muito grande de feltro laranja – e acabe não usando esse item nas suas produções.

Esse dinheiro investido na matéria-prima será perdido, principalmente se você não produzir mais nada com esse material e nem vender nenhum produto que use esse item.

Mesmo que a quantia possa ser pequena, se existe um grande desperdício, ou você compra itens dobrados por não saber o que tem no estoque, no fim do mês isso significará um dinheiro importante jogado fora!

Para ter lucro e viver do artesanato de forma rentável, o controle do estoque é indispensável.


Como fazer o gerenciamento de estoque em artesanato?

Agora que você já sabe o que é o estoque em artesanato e qual a importância da gestão desse ponto, vamos as dicas práticas? Confira!


Escolha o método de gerenciamento

Escolha o método de gerenciamento

Escolha o método de gerenciamento | Foto

O primeiro passo é pensar no método que você usará e nas ferramentas que serão necessárias para gerir seu estoque.

Se você não tem muito contato com tecnologia, não se preocupe, pois o bom e velho caderninho já é suficiente.

Outra opção é montar uma planilha ou até usar sistemas automatizados, caso você tenha uma produção bem grande e um estoque igualmente valioso.


Crie seu controle de estoque

No caderninho ou na planilha, é importante que o seu controle de estoque tenha algumas informações básicas que vão facilitar o seu trabalho, como: data, produto ou matéria-prima, entrada, saída e sobra.

Depois é só criar o hábito de lançar as informações periodicamente nesse controle.

É claro que esses campos são apenas sugestões e você poderá deixar a sua organização mais detalhada, dependendo das suas preferências.

Faça a gestão corretamente

Faça a gestão corretamente

Faça a gestão corretamente | Foto

O estoque deve ser atualizado sempre que você fizer uma movimentação.

Por exemplo, quando você comprar um tecido novo deverá lançar esse item no seu controle.

Veja esse exemplo:

Para fazer 5 almofadas roxas, você comprou 100 metros de um tecido dessa cor. Mas a produção usou apenas 5 metros, então você ainda tem em estoque 95 metros.

Se você produziu as 5 almofadas e ainda não vendeu nenhuma, então também tem 5 almofadas em estoque.

Quando realizar a venda desses produtos, você precisará alterar o seu controle de estoque, da mesma forma quando comprar ou usar uma matéria-prima.

Se você preferir, poderá fazer esse acompanhamento por cada produto e também incluir um campo com os valores de cada produto.

Exemplo :

Vamos supor que para comprar esse tecido roxo você tenha gasto R$ 1000. Se você usar 30 metros dele (R$300), terá como sobra 70 metros, o que significa, em valores, R$700.

Caso esse tecido não seja usado e transformado em produtos, você estará com R$700 parados ou de prejuízo!

Por isso acompanhar o estoque é tão importante. O mesmo vale com os produtos prontos.

Se essas almofadas do exemplo ficarem paradas por muito tempo, vai ser difícil você reaver o que pagou no tecido.

Afinal, o preço desse item poderá subir bastante e as suas almofadas desvalorizarem.

Ao acompanhar o seu estoque, será possível também pensar em promoções.

Quando estiver com muitos itens acabados e sem saída, poderá baixar o preço deles, para ter um giro melhor no seu estoque e fazer caixa, evitando prejuízos.

Entenda o seu ciclo financeiro

Entenda o seu ciclo financeiro

Entenda o seu ciclo financeiro | Foto

O ciclo financeiro de uma empresa se caracteriza pelo pagamento das encomendas realizadas com os fornecedores e o recebimento das vendas feitas aos consumidores.

Para calcular o seu ciclo financeiro, você pode usar a fórmula:

Fórmula para calcular o ciclo financeiro :

Prazo médio de estoque + prazo médio de recebimento dos seus clientes + prazo médio de pagamento dos fornecedores.

Esse é um ponto muito importante para ser acompanhado.

Afinal, se você demora muito para vender um item ou para receber dos seus clientes, poderá ficar sem caixa para pagar pelas encomendas aos fornecedores da matéria-prima, ou poderá perder dinheiro, fechando o mês no prejuízo.

Assim, a recomendação é sempre fazer o seu controle de estoque junto do fluxo de caixa.

Pois você conseguirá ter uma visão mais ampla do seu negócio, entendendo quanto tempo demora para você vender determinados produtos e quanto tempo leva até você transformar o investimento feito em matéria-prima em retorno financeiro.

Além disso, ao fazer esse acompanhamento de forma contínua, você conseguirá entender quais itens custam mais caro ao seu negócio, a margem de lucro e outros pontos essenciais na questão financeira.

Conclusão

Gostou de saber mais sobre o controle de estoque em artesanato?

Aprendeu formas de melhorar esse ponto no seu negócio?

Como este é um tema muito procurado, nós produzimos vários artigos sobre Negócios. Vale uma visita!

Assine nossa newsletter e receba outras dicas bacanas como essa diretamente no seu e-mail!